Um guia prático para a empresa usar bem o Twitter

Ao decidir manter um perfil no Twitter, a empresa deve definir o objetivo da ação, além do conteúdo e estilo das tuitadas. É um trabalho que pede bom texto e constância.

O Twitter tem sido bastante utilizado pela comunicação das empresas, pela facilidade de manter atualizadas as pessoas interessadas em seu produto. “Se todos usam e é gratuito, então por que não usar?”

Realmente o Twitter pode ser a rede social que melhor se adapta ao cenário corporativo e também uma excelente oportunidade para comunicação e relacionamento. Para fazer do Twitter uma ferramenta aliada dos negócios existem basicamente quatro aspectos importantes.

Planejamento

O primeiro passo para qualquer ação é o planejamento. O processo de planejamento é essencial para quem busca resultados e requer respostas para as seguintes perguntas:

  • Qual é o seu objetivo no Twitter?
  • Como atingir seu objetivo através da rede social?
  • Qual é o seu público e como encontrá-lo?
  • Qual será o conteúdo a ser colocado?
  • Como interagir com seu público?
  • Como utilizar a rede social para melhorar a sua empresa e avaliar a satisfação dos clientes?

As respostas podem vir com a ajuda de um brainstorm; criatividade e inovação fazem a diferença. As respostas – e também as perguntas – indicarão um propósito a seguir e ajudarão a empresa a se colocar adequadamente diante do seu público.

Criação

Envolve basicamente a criação do perfil, a personalização e a captação de seguidores.

É o momento de pensar em vários aspectos, como o nome a ser utilizado, a descrição do perfil e o endereço do site indicado.

Facilite a empresa a ser encontrada. O nome, obviamente, deve ser claro, curto e simples – o nome da empresa.

Na descrição, coloque o que sua empresa faz, o produto ou serviço principal, ou mesmo use o espaço para dizer o que está fazendo no Twitter.

Na personalização, elabore uma imagem de fundo com a sua cara e que transmita alguns valores da sua empresa. Pense na personalização do Twitter como um novo site que você está criando, levando em consideração a resolução de monitores e outros aspectos relevantes.

Na captação de seguidores está o passo mais importante, pois se você não tiver pessoas em sua rede, não vale o esforço.

O primeiro passo é identificar perfis no Twitter que seu público teria interesse em seguir.

Por exemplo, se você tem uma loja de materiais esportivos, procure seu público através do Twitter de algum grande portal de esportes ou procure Twitters de pessoas relacionadas à sua cidade e até mesmo ao seu bairro.

Se o propósito é atuar de forma mais objetiva e seu produto é retirado somente em mãos, siga perfis destes pessoas divulgando o seu; em conseqüência você despertará interesse em parte destes perfis, para quem o seu produto é relevante. Relevância é a palavra-chave.

Conteúdo

Agora que temos um objetivo, criamos a rede social e captamos seguidores, vamos socializar. A esta altura você já definiu o tipo de conteúdo que irá veicular e este é um passo importante para manter e crescer o número de seguidores.

Muitas empresas criam perfis no Twitter para colocar lá as mesmas propagandas todos os dias, para que apareçam sempre no painel de leitura dos usuários. Isso é spam. O tom totalmente comercial tem efeito negativo para o público.

Sobre conteúdo e o tom dos posts ou tuítes: você precisa ser sociável, criando textos comerciais sim, mas através de informação interessante sobre o seus produtos. Pense em dar dicas de utilização, peça sugestões sobre onde ou como melhorar produtos e serviços, realize promoções dentro do Twitter. Responda bem as perguntas e mensagens enviadas.

Um bom exemplo de conteúdo: a padaria tuíta “Pão quentinho em 5 min”. Existem de fato empresas vendendo desde pão quentinho até apartamento, que é o caso da Tecnisa.

Métricas

Para a correta mensuração, é preciso definir o objetivo final. Mais do que medir o tráfego que vem do Twitter para o seu site, você precisa saber se esse tráfego está gerando negócios. Se o objetivo é gerar mais orçamentos e cadastros no site, por exemplo, crie metas no Google Analytics que transformem esse orçamento ou cadastro em números.

Após definido claramente o objetivo, você precisa criar relatórios personalizados para identificar onde foram feitas as conversões. O objetivo destes relatórios é exatamente saber quanto e como o Twitter gera negócios.

Detalhe: não é da noite para o dia que o Twitter gera negócios. Você está lá para criar relacionamento com o seu público e o resultado de um bom trabalho de relacionamento é a geração de negócios.

É uma questão de custo e benefício. O custo de uma ação no Twitter é zero, mas precisa de recursos internos, pois é uma  ação constante e que demanda tempo das pessoas envolvidas – até porque um perfil abandonado não é praticamente visto.

Fonte: Webinsider

Anúncios

Tags: ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: