Brasileiros e Internet

Sairam alguns dados do IBOPE Nielsen Online que contabilizam 64,8 milhões de pessoas com acesso à internet em qualquer ambiente (residências, trabalho, escolas, lan-houses, bibliotecas e telecentros) no Brasil. O levantamento considera os brasileiros de 16 anos ou mais que tenham um telefone fixo ou móvel.
Porém, o tempo de permanência na internet em setembro diminuiu em relação ao mês anterior. Em parte por conta do feriado de 7 de setembro, e, também, pelo mês ter um dia a menos que agosto. Foram 66h24 de tempo de uso do computador em setembro, incluindo aplicativos, com queda de 3,4% em relação ao mês anterior. Excluindo-se os aplicativos, o tempo de navegação ficou em 43h51, com queda de 5,2% sobre agosto.
Ainda sobre Internet, em uma pesquisa sobre hábitos dos internautas realizada pela In Press em parceria com a E.Life constatou-se que os internautas que ficam mais tempo conectados usam blogs e redes sociais. Dentre os usuários do Twitter, 63,2% disseram ficar mais de 41 horas por semana conectados. Entre os blogueiros, 44,7% afirmaram ficar online por esse período. Já entre os usuários do Orkut, 28,8% afirmaram usar a internet por menos de 16 horas por semana.
Essa busca frenética por estar em redes sociais é a confirmação da tendência que tanto fala que as pessoas gostam de ver os outros e de serem vistas. As pessoas querem se tornar interessantes para os outros e buscam, também, ficar próximas de pessoas interessantes. E não há forma melhor de fazer isso do que participando de redes sociais na internet.


É, também, uma confirmação de o quanto as pessoas buscam a internet para obter informações sobre produtos que pretendem comprar, uma vez que, segundo essa mesma pesquisa, cerca de 43% dos entrevistados recomendam a outros usuários um produto ou serviço adquirido. Além de que 90% dos entrevistados pesquisam na internet sobre produtos e serviços antes da compra – e não somente nos serviços de busca.
Ou seja, é uma geração 100% online, que está conectada a maior parte do seu tempo, sempre expondo seu ponto de vista e suas opiniões, sem se preocupar se está falando bem ou mal de certa empresa, o cliente está ali para mostrar seu ponto de vista e encontrar pessoas que pensam como ele. Cabe as empresas saber lidar com isso, uma vez que os consumidores estão ficando cada vez mais sinceros, diretos e “crus”.

 

Fonte: Click RBS – Por Felipe Marcel Lau

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: